Magro sedentário ou Obeso ativo, quem vive mais e melhor?

Durante anos, a obesidade foi considerada uma das maiores causas de doenças crônicas não-transmissíveis (DCNT)1. De fato, ela realmente aumenta o risco de aparecimento dessas doenças. Porém, estudos recentes têm demonstrado que a falta de atividade física (sedentarismo) é a principal causa de morte no mundo.

Ademais, considerando alguns dados sobre mortalidade nos Estados Unidos, o percentual de gordura não interferiu no número de mortes, mas o nível de atividade física, sim. Sendo que quanto menos atividade física era realizada, maior era a chance de óbito por DCNT. Ou seja, as pessoas obesas não são as únicas predispostas a sofrer diabetes ou doenças cardiovasculares.

Estima-se que 3,2 milhões de mortes por ano ocorrem devido à inatividade física. Em outras palavras, podemos dizer que 3,2 milhões de mortes poderiam ter sido evitadas se as pessoas tivessem um estilo de vida mais ativo.

Para termos uma ideia de como é possível evitar a incidência de DCNT com a atividade física, Vamos dar um exemplo real e comprovado.

Se realizarmos 150 minutos de atividades moderadas por semana (o que equivale a um gasto calórico de aproximadamente 550 kcal por semana), o risco de desenvolver alguma doença coronariana2 diminui em 14%. Se esta quantidade de atividade física for duplicada (300 minutos ou 1100kcal/semana), o risco diminui 20%.

Mais uma prova disso pode ser lida em um artigo que encontrei na internet (leia-o na íntegra clicando aqui), que fala que o gene IRS13, que é um gene ligado a baixo acúmulo de gordura corporal, induz a concentrações elevadas de colesterol e glicose sanguíneo.

A explicação disso é que, em algumas pessoas, o gene está associado com menor acúmulo de gordura subcutânea, mas não está ligado ao acúmulo de gordura visceral (que se acumula entre as vísceras, atrás da parede muscular abdominal). De acordo com um pesquisador deste estudo, “A gordura subcutânea pode ser benéfica. Por outro lado, a gordura que se acumula debaixo do abdômen é prejudicial”.

As mulheres têm maior depósito de gordura subcutânea. Nos homens, pelo contrário, a capacidade de armazenar gordura debaixo da pele é menor. Por isso, segundo o cientista, essa gordura “se deposita no abdômen, onde causa danos”. Após a menopausa, a gordura das mulheres deixa de ser depositada sob a pele e começa a se acumular no abdômen, fazendo com que o risco de morte por infarto comece a se igualar entre os dois sexos.

Quanto ao diabetes, o gene IRS1 não afeta o desenvolvimento da insulina no pâncreas, mas sim o efeito desta substância nos músculos, fígado e gordura, um processo conhecido como resistência à insulina.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), “em 2001, as doenças crônicas causaram aproximadamente 60% do total de 56,5 milhões mortes notificadas no mundo e 46% da carga mundial de morbidade”. A entidade estima ainda que a proporção de carga de DNTs deva aumentar para 57% até 2020.

Estudos ainda mais curiosos mostram que as pessoas com sobrepeso (IMC entre 25 e 30) parecem ter menos risco de óbito que pessoas magras (com IMC abaixo de 25). Apontando para um possível fator de proteção que a gordura traz. Mas isso já é assunto para outro post.

—–

1 Doenças crônicas não-transmissíveis (DCNT): Diabetes, hipertensão, colesterol alto, doenças cardiovasculares, entre outras (Leia sobre isso na Wikipedia clicando aqui).

2 doença coronariana: A artéria coronária é a artéria que leva sangue aos músculos cardíacos. Problemas no funcionamento e na efetividade desta artéria podem levar a morte (Wikipedia)

3 IRS1: Abreviação dada ao gene Insulin receptor substrate 1, que transmite sinais da insulina para os receptores intracelulares (Wikipédia, em inglês).

—–

Fontes: Magros com Doenças de Obesos, Yahoo Notícias. < http://br.noticias.yahoo.com/magros-com-doen%C3%A7as-de-obesos.html?page=all>.

Steven Blair. Physical Activity: Fitness, Body Shape, and Health. Conferência do VIII Congresso Brasileiro de Atividade Física e Saúde. Gramado – RS, 2011.

6 respostas para Magro sedentário ou Obeso ativo, quem vive mais e melhor?

  1. Mell disse:

    Oi adorei o seu blog,gostaria de saber se em uma hora de atividade fisica intercalando entre corrida e caminhada quatro dias na semana é suficiente para perder peso,infelizmente aqui não temos personal trainer.Obg aguardo resposta.

    • Fábio Karasiak disse:

      Oi Mell,

      Primeiramente, obrigado pela visita e pelo contato.
      Antes de responder sua pergunta, quero lembrar que a perda de peso depende do balanço calórico negativo, ou seja, você precisa gastar mais calorias do que você ingere.
      Se hoje em dia você não está ganhando peso, quer dizer que você está gastando a mesma quantidade que está ingerindo. Então, se você mantiver a ingestão calórica baixa (ou seja, comer a mesma coisa que você come hoje, ou menos), com certeza, uma hora de exercício físico intercalando entre corrida e caminhada, quatro vezes por semana, será suficiente para perder peso (pois você aumentará o gasto calórico).
      Mas atenção! Para lhe dar esta resposta estou considerando que você está aumentando sua atividade física semanal. Ou seja, se não faz nada vai começar a fazer exercício e se já faz vai fazer mais.
      Sem extrapolar esta quantidade de calorias que você está ingerindo, lembre-se que você precisa de nutrientes para se exercitar, por isso procure fazer uma refeição leve uns 30-45 minutos antes do exercício, ok?

      E boa sorte!

      Coach Fábio Karasiak

  2. Mell disse:

    Fazendo esses exercícios citados anteriormente estarei perdendo peso ou medidas?Na verdade não estou acima do peso mas não estou satisfeita c as gordurinhas q sugiram.Antes eu pesava 46kl agora peso 57 e minha altura é 1.60( tive um problema de saúde e tomei corticóides ta ai o motivo do ganho de peso)todo mundo fala q estou bem mais, não estou satisfeita quero a minha barriguinha chapada de volta.Tem jeito?Obg e desculpa o incomodo,desde já agradeço a atenção..

  3. Fábio Karasiak disse:

    Olá Mell,
    Segundo a Organização Mundial de Saúde, seu peso está adequado para sua altura (IMC=22,27). Com seu peso anterior, você estava classificada como “abaixo do peso ideal” (IMC=17,97). Por isso não é bom voltar àquele peso outra vez. Com um peso tão baixo como estava (46Kg), o seu sistema imunológico pode ficar comprometido, assim como o equilíbrio hormonal do seu corpo.

    Respondendo sua pergunta: fazendo exercício daquela maneira é mais provável que você perca peso. O que também vai levar a uma perda de medidas.
    Contudo, acho que o melhor para você é fazer não só exercícios aeróbios, mas também um exercício para ganhar massa muscular (musculação, ginástica localizada, pilates), pois a massa muscular ocupa menos espaço que a gordura e, desta forma, suas medidas irão reduzir de maneira mais saudável, modelando e definindo seu corpo.
    Ao meu ver, o mais adequado seria você trocar esta gordurinha que surgiu por massa muscular e perder, no MÁXIMO, 4kg, baixando até 53Kg.

    Espero ter ajudado e desculpe a demora para responder.

    Coach Fábio Karasiak

  4. Mell disse:

    Oi Fábio.Comecei a correr e fico cansada muito rápido e os batimentos cardíacos aceleram muito, dessa forma não consigo um bom percurso.Isso é normal?

    • Fábio Karasiak disse:

      Oi Mell, isso é normal, sim. Procure diminuir a velocidade da corrida, ou a duração da corrida.
      Uma boa alternativa é começar correndo 1 minuto e caminhando 1 ou 2, depois de umas vezes assim, aumente para 2 minutos de corrida com 1 ou 2 de caminhada. E aos pouco vá aumentando o tempo de corrida. Em pouco tempo você conseguirá correr mais tempo, sem cansar tanto.
      Mas atenção! É importante que você veja se realmente está apta para realizar atividades físicas. Sugiro que você consulte um médico para fazer um check-up e descobrir se você está com condições para isso.
      No mais, bom treino.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: